quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

"Vida louca, vida breve...

... já que eu não posso te levar, quero que você[bb] me leve."

Às vezes temos uma impressão muito boa de tudo ou de alguém. Mas aí lá vem a vida maldita e nos dá aquela cacetada na cabeça nos mostrando que estávamos completamente errados.

No entanto, às vezes pensamos algo ruim de algo ou de alguém e lá vem a vida com outra cacetada - mas essa cacetada é a melhor de se sentir. É a melhor pois percebemos que estávamos errados por enxergar um lado ruim que não existia. É muito bom quando pensamos algo ruim de alguém mas percebemos que estávamos completamente errados.

Claro, há o sentimento de culpa "Como fui pensar isso?", mas acho que ninguém está livre de errar[bb], de ter suas encanações, seus momentos de baixo-astral[bb], seus momentos de escuridão.

Está tudo muito claro, agora.

Sim, você me ama =) Não há mais dúvidas quanto a isso.

3 comentários:

Bonie disse...

Digo que a vida vive fazendo isso comigo.

E eu adoro. :)

Renata disse...

fatos rotineiros na minha vida.
:D

beeeijo!

Memórias de Donha Baratinha disse...

Oi Mayra, tudo bem?
Eu sei bem como é isso... não tem como escapar das "peças" que a vida prega na gente, o negócio é seguir a intuição e procurar manter a mente atenta!
ah, eu sou meio enrrolada como vc deve ter percebido, mas eu não esqueci do negócio do buscapé não viu?, é só uma questão de tempo até eu resolver aqueles pepinos q te falei por e-mail!
Bjuxxx, tudo de bom e clareza sempre!

 
BlogBlogs.Com.Br