terça-feira, 14 de abril de 2009

Ex bom é ex que nunca existiu

Quando alguém morre, as pessoas só lembram das coisas boas. Guardam no coração todos os bons momentos, relembram com entes queridos as palhaçadas... Por isso não entendo quando dizem que ex bom é ex morto. Quem morre, vira herói. Ex bom é aquele que nunca existiu - ou age como tal. Aquele que você mal lembra da voz, esquece o perfume e acredita que o único beijo que vocês trocaram nem existiu - foi apenas um pesadelo.
Mas e quando o ex resolve aparecer na sua frente? Se ele foi um ex que é como se não tivesse existido, é fácil: ignore. Pode até ser cordiar e não mandá-lo para aquele lugar. Mas é isso. No minuto seguinte você nem lembrará do ocorrido (e talvez, no momento, nem tenha se dado conta que estava na frente dele, pois estava pensando no que ia almoçar - eu, pelo menos, costumo planejar minhas refeições.)
Mas e se ele era um ex morto, que se refez das cinzas, ou seja, um ex pelo qual você ainda cultivava algum sentimento (ódio ou amor)? Pode não ser fácil, pois se você ainda o ama, terá vontade de cair em seus braços. Se você o odeia, a vontade será de chutá-lo naquele "lugarzinho" que ele acredita que o faz homem. Mas calma! Só há um caminho seguro e que te dará muito mais satisfação do que os outros: olhe ele de cima a baixo, dê um sorriso de desprezo e dê as costas a ele. Eu, que não quero cair nos braços do meu ex e nem tive a oportunidade de chutá-lo no "lugarzinho", morro de vontade de fazer isso.



[Pauta para o site do Tudo de Blog 2009 da Revista Capricho]

6 comentários:

Lucas Palmeirense disse...

n, obrigado. eu to querendo tirar todas as publicidades do meu blog e deixar so adsense

mo disse...

essa foii booa! kkkkkkk

Roberto Marcio disse...

Gostei do texto. Concordo plenamente com você com relação a "ex". É a mais pura verdade!!!

Clítia Milagres disse...

Olá Mah...
vi o seu comentário e a respeito do que disse como funcionaria.
Gostaria de saber mais detalhes
entre em contato pelo email: clitiamilagres@gmail.com

Origada pela visita

Mari S. disse...

Te vi na CH, Parabéns!
Aqui tá lindo, agr vou acompanhar ok?
E, sim, EX BOM É QUE NUNCA EXISTIU!
super-fofo e criativo aqui, beeeeeijos :*

Jéssica C. disse...

Eu nunca pensei nessa coisa de 'ex', mas faz tooodo sentido. Ex bom é ex quieto, distante, que não apareça mais.

 
BlogBlogs.Com.Br