quarta-feira, 5 de março de 2008

A maçã

Tinha gente que tentava virar Paquita. Tinha gente que ia a shows de calouros. Tinha gente que, pelo caminho contrário, era louco pra ganhar o Troféu Abacaxi.
Hoje tem gente que sonha em ser dançarina na TV, entrar no BBB ou até casar com um jogador de futebol. Mas isso por amor à dança? Amor ao convívio forçado? Amor ao futebol? Não. Tem gente que ama a fama. Ama sem nem conhecer.
Sabe quando você mal conhece o garoto e já diz que ama ele, que ele é o amor de sua vida? Essa é a relação das pessoas com a fama. Dizem que a fama é o “amor da vida” delas! Se conseguem conhecer o príncipe dos sonhos ou atingir a fama, puro encantamento no início! Pouco depois... O menino dá perdido, mente... Ou seja, fama começa a encher! A pessoa espanca fotógrafos, xinga repórteres... O príncipe vira sapo. A fama, de maçã suculenta, vira maçã envenenada.
Talvez seja comum no imaginário popular que a vida é um conto de fadas... Pode até ser, mas é um conto de fadas bem sinistro!

3 comentários:

Jhé Cruz disse...

Algo como Shrek

Despindo estórias disse...

A fama é algo que muitos querem a troco de nada, verdade.
Adorei seu texto!

Giuliana O. Santana disse...

A fama é igual a nutella com morango..vem gostoso..e vai embora rapidinho. =P
adorei seu post!
E..estamos no site da Capricho!!
Beijaaao

 
BlogBlogs.Com.Br