domingo, 21 de setembro de 2008

Cabeça de adulto, coração de criança

Gostaria que as pessoas pudessem cair de bunda no chão e rir de si mesmas. Gostaria que as pessoas pudessem se empolgar por um algodão-doce e comprá-lo, todo contente. Gostaria que as pessoas pudessem, aos 30 anos, brincar de "adoleta" nas horas vagas. Que elas pudessem andar pelos lugares cantando. Que quando desse vontade de sair girando com os braços abertos, elas saíssem. Que quando chovesse, ao invés de sairem correndo, elas começassem a brincar com as poças.
Não quero um mundo irresponsável, quero um mundo responsável mas repleto de adultos que não perdem o brilho de uma criança. Hoje em dia, nem criança é mais criança... As pessoas sabem que sou responsável, mas se espantam com minha animação para certas coisinhas pequenas. Elas me dizem "Você não teve infância" e eu respondo "Tive sim, eu só não saí completamente dela... "

14 comentários:

;) disse...

Eu também escuto muuito isso, mas nem ligo!
a melhor coisa é aproveitar a vida, com a perspectiva de uma criança. É aproveitar od detalhes, que fazem TODA a diferença!
E rincar na chuva é tãããão bom!
*.*

Giovanna disse...

Pior comigo.
Querem tanto que eu aja criança mas, quando me comporto como uma, me olham torto. Vai entender...

Talita disse...

Sinceramente,acho que todos nunca devia sair completamente da infância...

;*

Isadora Ijano disse...

Que todas as pessoa snão deixem morrer a criança que a habita. Eu quero ser bem divertida quando eu crescer sabe, saber ter maturidade nas horas certas, e saber levar algumas coisas na brincadeira, detesto adultos chatos, sem um pouco de infantilidade.

beeeeijos !

Hosana Heitz disse...

e certa está você!
=)

abraços!

O Profeta disse...

Olhos brilhantes maré tardia
Cabelos rebeldes em desalinho
Pés descalços no, frio barro
Um berlinde atirado ao caminho

Um bando de alegres pardais
Ou um domador de tempestades
Apenas um pássaro charlatão
Dividindo o pão em metades


Bom domingo



Mágico beijo

Cindy disse...

"Não quero um mundo irresponsável, quero um mundo responsável mas repleto de adultos que não perdem o brilho de uma criança."
parece frase saída de um livro.
mas disse tudo... um mundo muito sério é insuportável.
;*

Vivi Tufαni disse...

Talvez as pessoas tenham vontade de fazer tudo isso !
Mas ao mesmo tempo, podem ter medo de arriscar !

E esse é o pior medo !

Adorei seu blog !

Beijos

▀█ Camila Siqueira ♣ disse...

Tem que aproveitar a vida!Mantendo a sua essencia seja ela infantil ou não!
O que me deixa triste é saber que a maioria das crianças não estão aproveitando o seu tempo e futuramente vão reclamar do tempo perdido!
Por isso não vamos fazer igual a eles e vamos curtir endo crianças ou não!

Letícia Perini disse...

A criança que existe dentro de cada um de nós deveria estar sempre viva e sem medo de se mostrar.

Fernanda Manzatto disse...

nao sai totalmente da infancia tbm! :x o/
viva as crianças! :x
bjjjj

Lua disse...

Olá! Primeira vez por aqui! Parabens pelo blog. Adorei o nome tbm, hehe! Este post sem dúvida reflete meu pensamento. Uma das coisas que mais preservo é a capacidade de ser adulta e cultivar a criança que existe dentro de mim.
Certa vez li uma frase que guardei com muito carinho: "Temos que escutar a criança que fomos um dia, e que ainda existe dentro de nós. Esta criança entende de instantes mágicos. Podemos sufocar seu pranto, mas não podemos calar sua voz".
Linda, ne?
Um abraço - Luana

Natália disse...

O que está acontencendo é o contrário, as crianças já estão crescendo, pensando em ser adultas. Não vivendo a infância quando devem e muito menos depois.

Sempre sou chamada de pequena criança, não tenho vergonha de dizer que fui no carrossel com minha irmã, ou simplesmente gastei uma tarde assistindo filmes disney, achando eles o máximo. Na idade em que eu brincava de boneza, as meninas hoje em dia estão procurando ir a uma boate, buscando cada vez mais parecer adultas.

amei o seu blog, beijinhos.

Giuliana O. Santana disse...

aaaaaaameeeeeei seu texto, Mah!!
Muito legal!
Eu levo essa filosofia sempre comigo: a de tentar permanecer sempre com o espírito de criança, não importa a idade que tenhamos.
As crianças são muito mais puras, sinceras, desencanadas e o melhor: sempre têm algo a aprender.
Alguns adultos crescem e acham que "assim está bom, estou formado", mas eu não sou dessa opinião.

Resumindo, seu texto está (de novoo!!) maravilhoso e me acrescentou muita coisa. POr isso que eu amo vir aqui!

beijãõ queridona

 
BlogBlogs.Com.Br