sexta-feira, 18 de junho de 2010

Conto de fadas arruinado

Na minha praia particular, fiz meu castelo de areia.
Veio você, e pisou nele, destruindo tudo.

Então, peguei todo o amor que tinha e coloquei para doação.
No lugar do amor, adotei o ódio.
É mais compatível com meu estilo de vida.
Amor solta pêlos, come muito, dá trabalho.
O ódio fica quietinho, não come quase nada e pode me servir...
Mesmo que não seja correspondido.

(vídeo do texto aqui)

Um comentário:

acotiafalante disse...

Muito interessante teu texto escrevi algo do gênero há um tempo atras...
caso queira ler:

http://acotiafalante.wordpress.com/2010/06/24/de-onde-surgiram-os-contos-de-fadas/

Parabens pelo blog

EMilia

 
BlogBlogs.Com.Br