terça-feira, 29 de abril de 2008

Time is money, honey!!

Eu já escrevi para um site de uma marca de roupas e era paga por isso (ok, na verdade não era paga em dinheiro em si - eu era paga com roupas, mas isso não vem ao caso). Eu devia escrever pelo menos 1 texto por semana e tinha campo livre para escrever o que quisesse. No começo era só alegria! Escrevia o que me vinha em mente, recebia comentários no blog da loja das roupas, e no fim do mês podia ir à loja pegar meu "pagamento".
Confesso que depois de um tempo a sensação de obrigação começou a pesar. Pensava "Aaai, meu Deus, tenho que escrever o texto... ".
Enfim. Escrevi para essa loja por quase dois anos, até que resolveram que o site deveria ter apenas informações dos produtos (achei um absurdo, pois cadê a ligação com as consumidoras? Cadê meu pagamento no fim do mês? Enfim) e então fui demitida.

Hoje sinto falta da ser recompensada (materialmente) de alguma forma por algo que, mesmo com o peso da obrigação, eu goste de fazer.
Escrever é algo extremamente íntimo. Algo extremamente terapêutico. E se novamente eu recebesse por algo que me faz bem? Que maravilha viver!

3 comentários:

Carla disse...

Ahhh qualquer trabalho que me desse dinheiro ou alga em troca, nem que fosse roupas, eu estaria satisfeita.
Se fosse só escrever então, melhor ainad. Concordo com oq vc disse no post.


=* beijos

Carla disse...

huahuau nao eh alga, é algo!!
hehe

Letícia Perini disse...

nossa, imagina. eu tbm adoraria poder escrever e ainda ser recompensada :)
heheh

 
BlogBlogs.Com.Br