domingo, 20 de abril de 2008

Uma história (parte 6)

Depois de um certo tempo sem se verem o tanto que gostariam, chega o feriado! Finalmente poderiam ficar mais tempo juntinhos...

Quando se viam, a necessidade de ficar sempre um colado no outro era muito grande. Não importava o tempo que estavam juntos (alguns minutos, algumas horas, alguns dias...), sempre parecia que não se viam há séculos.

Não viam problema em ficar separados quando estavam com outras pessoas, mas se estavam perto... Por que não? Sempre de mãos dadas, ou abraçadinhos, ou de rostinhos colados...

E como ela enchia ele! Sempre fazendo cócegas, apertando, mordendo... E ele só dava risada, aproveitando, gostando, fazendo o mesmo...

O modo como se olham é o mesmo modo que se olhavam desde o início do namoro. Talvez até melhor. Sempre apaixonados, sempre felizes. O que ele sempre quis foi fazê-la feliz. E ela, idem. E de fato eram muito felizes juntos. Via-se no olhar. Via-se no olhar que eles se amavam muito.

A mãe dela, então, comenta:

São almas gêmeas.

4 comentários:

Mel disse...

Carambaaaa!! Plageou meu namoro!!
(tirando a parte da mãe =X)

Ingrid e Rafaella disse...

valeu pelo comentário:)
linkamos voce...linka a gente..
http://sexybubbly.blogspot.com
:*

Letícia Perini disse...

Cara, só faltou eu soltar um suspiro aqui. hasuahsuahus


Passa no meu blog, pra pegar um selinho que eu to te passando ;)

beijoss :*

WILLIAM (Penso, Logo Escrevo...) disse...

Gostei do seu Blog.

É bom encontrar textos que nos dão o prazer de lê-los.
Continue escrevendo.
Abraços,

 
BlogBlogs.Com.Br